14.9.09

A excelência do amor


A excelência do amor
“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha;”(1ª Carta do Apóstolo Paulo aos Coríntios 13:4 a 8 – na Bíblia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário