30.7.10

-


'só espero, não penso nada. tento me concentrar numa daquelas sensações antigas como alegria ou fé ou esperança. mas só fico aqui parado, sem sentir nada, sem pedir nada, sem querer nada.

- Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário