20.9.10

Eu já fiz de tudo.

Já gritei, já chorei, já dei conselhos, já pedi, já fiz tudo, absolutamente tudo pra você me ouvir. Eu não posso te obrigar a nada. Não posso te forçar a nada. Agora é com você. Agora só você poderá resolver toda essa situação. Se nem você consegue sozinho, eu não posso fazer por você, posso estar ao seu lado, mas não fazer por você. Eu te amo. Mas sinceramente, eu desisto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário