17.9.10

"Que finalmente,

o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa - uma mulher."
Lya Luft

2 comentários:

  1. nós mulheres, somos a contradição personificada né? haha

    ResponderExcluir
  2. Ingrid..
    Tem um selinho pra você lá no meu blog. Se quiser é só passar pra pegar.

    Beijos

    ResponderExcluir