27.10.10

Quer saber...


eu simplesmente não me importo mais. Fale que eu sou ruim para os meus pais, que eu sou uma mentira, que escrevo pra enganar alguém, que me faço de algo que não sou, que fujo pra outros lugares, que nunca falo a verdade, que não me importo com as pessoas, que não tenho amigos, que só quero fazer mal as pessoas, que não tenho maturidade, que sou ridícula, estranha vazia, que não me importo se falam um monte de babozeiras pra mim, que não quero estudar, que não gosto de nenhum cara de verdade, que sou outra pessoa longe de você, que não tenho problemas, que sou exagerada, que não tenho sentimentos, que não choro, que não sinto, que ninguém me faz falta... enfim, pense o que quiser.
Cara, não quero ficar explicando isso para ninguém. Já expliquei, já falei, já gritei, já fiquei em silêncio... e tudo continua. Pense o que quiser, tudo o que eu disser não vai mudar a sua opnião. E você sabe disso. E nem muito menos mudar minha forma de ser, de escrever, de me expressar, de ficar horas escrevendo sobre um príncipe num cavalo branco, ou caras idiotas, minhas tristezas, meus problemas, minhas alegrias e tristezas. Porque os sentimentos são meus, as histórias inventadas são minhas, as tristezas e tudo mais e você ficar dizendo que sou uma mentira não mudará nada. Pois eu cansei de me importar de entrar quase em depressão(isso pode ser uma verdade ou não, a verdade é minha.). Pode me chamar do que quiser, falar o que quiser, me comparar com quem quiser... o problema é seu. Deixa eu gritar, chorar, ficar quieta, que se ferre. Se você é tão certo não faz diferença pra você. Se eu sou tão ruim, não há problema nisso.
Então fica assim, faz o seu que eu faço o meu.
E seguir em frente. Tenho metas mais importantes para cumprir.
E se sou tanto uma mentira como você diz, talvez seja uma mentira agora. Mas que sabe né? (:

Um comentário: