Pular para o conteúdo principal

Cultivate confidence.


Era uma confiança por completo, era uma amizade inabalável, eram os melhores sorriso, e com certeza os melhores ano da minha vida... o tempo foi passando, as coisas foram mudando... a 3 anos atrás eu nunca me imaginaria aqui onde estou. Nunca em hipotese alguma. O pior é que tudo o que vivo hoje foi eu mesma quem fiz acontecer. Eu exigi muito das pessoas. Eu exigi muito dos meus amigos. De todos eles nunca senti tanta falta de alguém quanto dele, nunca em toda a minha vida. A falta foi tanta que eu me rebelei completamente contra aquilo tudo, eu coloquei dentro de mim que tudo tinha sido um erro e consegui me convencer disso durante muito tempo. Eu errava sempre, a todo o momento a todo segundo, eu decepcionava, eu machucava, e mesmo assim me achava certa de tudo. Eu achava que todos tinham que me aceitar, que todos deveriam e entender... mas será mesmo que deveriam? Eu fiz todos chegarem aos seus limites, e a primeira vez que eu percebi isso, eu me decepcionei de uma forma inexplicável, colocando neles uma culpa que era totalmente minha. Eu chorei durante muitas noites, durante muitos, meses... Eu menti, eu falei coisas que não deveria, e de novo machuquei todos. Eu reclamo tanto de amigos, de não ter pessoas confiáveis, mas sabe, a única pessoa que não era confiável era eu mesma. Eu coloquei todas as minhas expectativas nas pessoas e não dei nenhuma misera chance deles colocarem as deles em mim, dele colocar uma expectativa em mim. Só Deus sabe do quanto eu queria voltar no tempo e ajeitar tudo, e dizer a todos o quanto eu os amei, e o quanto eles era e são importantes pra mim. E que cada lágrima minha é totalmente merecida, porque o que eu destruí merecia todas as lágrimas do mundo. Eu pedia tanto a Deus pra ser feliz, pra Deus me completar, e Ele já tinha me completado. E Ele me permitiu destruir tudo aquilo, porque foi a única forma dele me mostrar o quanto eu tinha. Ele tentou me mostrar de todas as formas possíveis e eu simplesmente nunca quis ver. Além de eu destruir essa parte da minha vida, eu destruí a de outras pessoas. E sei que vou ser cobrada por isso. Eu sei que se hoje eu em algum momento eu me sentir sozinha, foi por minha única culpa. Porque eu tinha tudo. Eu tinha alegria, tinha amigos tinha tudo. O cordão de três dobras não se quebra facilmente, é verdade, mas eu insisti tanto numa destruição que eu consegui derrubar o que eu tinha de mais precioso. Ontem a noite eu ainda fiquei murmurando com o Senhor, reclamando dizendo, "Senhor porque isso aconteceu comigo?? " E o Senhor veio falando comigo, me mostrando... e percebendo que tudo foi uma consequência. E mesmo assim dizendo que me ama. O único motivo de eu estar aqui ainda é o Senhor. Porque Ele me deu a oportunidade de recomeçar. Fico pensando... em como consegui destruir um amor verdadeiro, uma amizade verdadeira... nos meus milhares de erros cometidos, e das culpas que começar a jogar em outras pessoas não aceitando que ela era minha. O pior é saber que as coisas nunca mais serão como era antes... que eu nunca vou poder ter os meus abraços de volta, os meus sorrisos, aquelas confiança. Era uma confiança tão grande que eu sentia que poderia fazer qualquer coisa. Eu me sentia segura. Mas eu não dava essa segurança de volta...
Sabe o tempo vai passando, e a gente vai vendo os erros que cometemos. Hoje meu coração está mais leve, sem rancores... mas o que sobra, são os arrependimentos. Mas agora só nos resta erguer a cabeça, seguir em frente, e aprender com os nossos erros. Se você tem um amigo hoje, daqueles que te amam, e que você tem plena certeza disso, dê o máximo de valor que você pode dar, sem esperar nada em troca. Nunca deixe a amizade se acabar, porque quando ela acaba por mais que a agente diga que não, é como se uma parte de nós tivesse morrido... e depois não há nada a ser feito. Confiança, nunca a quebre, porque a gente nunca consegue reconstruir como antes.

Mostra que Nós não vamos aguentarr coisas ruins
Mostra que somos unidos
Mostra que não vamos tolerar isso
Mostra que não vamos agüentar coisas ruins
Mostra que somos unidos...
As pessoas que conheci... são as maravilhas do meu mundo. ♫♪
Tradução: Adele - Hometown Glory

Comentários

  1. Só de pensar em perder um de meus amigos, eu tremo e meu coração parece parar, na verdade ele para, por miseros segundos ele para. É uma sensação tão ruim...
    Já disse Vinícius "E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

    ResponderExcluir
  2. Lindo seu texto. o achei profundo e intenso.

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito o que você faz com as palavras nesse texto.Fiquei um bom tempo lendo e gostei com sinceridade.Beijos e até mais.

    http://sagaaureola.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. muito incrível vosso blog.
    adorei ♥

    estou seguindo, bjs.

    ResponderExcluir
  5. O bom, de tudo isso Ingrid, é que podemos ter novos amigos... melhor ainda, é que embora os antigos não voltem a ser o mesmo conosco, eles podem ser melhores!!!
    Como sempre, muito bom ler o que você escreve; simplesmente a profundidade do que vc sente ou do que reflete!
    Semana de paz pra vc!
    Bjim

    ResponderExcluir
  6. gostei de mais do seu blog !!
    estou te seguindo,adorei o nível das postagens da profundidade que vc escreve,e não tem nada a ver com ser melancolia como muitas pessoas acreditam,mas de se entregar por completo ao que vc faz,colocar sua essência..
    http://fuivopai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Belo texto.
    Alias,seu blog é muito inspirador.
    Adoro *-*
    Beijos
    ----------------
    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
  8. Vou seguir
    Adorei o blog
    Vc escreve mto bem!
    Profundo o texto.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Tem selinho pra vc no meu blog!
    Ótima semana!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá, eu amoo su blog..
    bom, queria pedir um favor..
    pode me ajudar a divulgar meu blog? é meio novo*-* http://daydream1.blogspot.com/
    Obrigada =]

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Olhos líquidos - Um texto de Gabito Nunes

Eu não estou perguntando se você quer que eu fique. Estou dizendo que vou ficar e pronto. Certo, não precisa. Eu sei, você não precisa de nada e de ninguém, além de ficar sozinha. Vamos então encarar a coisa desta forma: a casa precisa de mim. Logo o chão estará coberto de lenços de papel, haverá sobras de chá de cidreira espalhadas por todo apartamento e o controle remoto da sua t
elevisão vai estar lambuzado de Nutella, especialmente a tecla que libera a dublagem de O Diário de Bridget Jones. Não vou deixar você fazer isso, nem transformar seu lar num cativeiro e tampouco você assistir essa lenga-lenga pela milésima vez, pela milésima vez por causa de um idiota, pela milésima em mau português.

Não esquenta, eu vim preparado, não vou precisar ir até em casa arrumar minhas coisas. Já está tudo comigo nesta mochila que eu organizei quando você me disse que estava saindo com aquele cretino. Sim, sim, eu já sabia da fama, apenas não quis cortar seu barato, você estava tão animadinha e mi…

"Aponta pra fé e rema."

Tudo o que faço é na esperança de um dia ver que tudo deu certo. Mesmo com muitas coisas dizendo que não, ignoro todas essas vozes e tenho feito a minha parte. Estou olhando pra coisas novas, coisas que me farão crescer. Estou com um novo horizonte, estou com um novo foco, com um novo objetivo. Estou tentando me encontrar, e aos poucos vejo que estou conseguindo. Está na hora de caminhar, está na hora de seguir sem medo. Deixei meus medos, tristezas e rancores para trás. Peguei minhas esperanças, sonhos e coragem, respirei fundo, apontei para o alvo e segui. Segui e continuo seguindo e o alvo agora é ser feliz.

"Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas." Clarice L.

Porque ninguém vai fazer por você o que você devia ter feito.

Curtam a página do blog no facebook (:

Eu escrevo pra você todos os dias, mas nunca acho que estão bons pra postar. Como sempre venho aqui e falo um pouco do que se passa dentro de mim. Na realidade, não ando muito satisfeita comigo, pois tem coisas que quero resolver e vejo que simplesmente ainda não posso, por que tudo exige tempo. Esperar, essa é uma palavra que realmente não gosto. Esperar faz sentir saudade, e também incapacidade de não poder resolver algo. Eu pensava que nesse ano, nessa mesma época eu estaria fazendo outros tipos de coisas, resolvendo muitas coisas na minha vida que agora vejo que não posso resolvê-las. Não estou triste, não mais como antes. Eu ainda tenho esperanças de que ainda vou conseguir resolver tudo que quero resolver, mas ainda não posso. Preciso ter paciência. É incrível como pra mim nada, nunca acontece de cara. Tudo, absolutamente tudo eu preciso esperar. Ou quando acontece o que eu quero, cinco minutos depois vejo que vi de uma maneira errada…