Pular para o conteúdo principal

Eu quero muitas coisas moreno, eu quero muito mais.


Quanto mais o tempo passa, mais eu quero estar com você. Quero continuar a ver sua cara de mal humorado quando acorda, quero continuar a perceber seu olhar na minha direção enquanto fico distraída, quero continuar a morrer de rir enquanto você faz cócegas, quero continuar com nossas brincadeiras, quero continuar a sentir seu cheiro...Eu quero muitas coisas moreno, eu quero muito mais.

Antes de você aparecer eu não queria nem metade do que eu queria agora. Eu até já quis antes, mas eu tinha desistido. Eu desisti porque via muitas pessoas sendo felizes e eu não, nunca tinha sido a minha vez. Então eu resolvi começar a ter outras prioridades, coloquei na minha cabeça que tinha que ter independência. Isso mesmo pequeno, independência. Eu não pensava mais em ter um amor, eu queria ser uma boa profissional, e coloquei minha vida pessoal como ultima opção. Penso que esse tempo de ter outras prioridades me fez muito bem sabe. Porque eu cresci um pouco mais, fiquei mais “adulta”. Com o tempo, me esqueci um pouco os romances, se me perguntassem se eu queria um alguém, eu diria que queria ter dinheiro, uma vida profissional estável, e que não precisava de alguém, porque gostar de alguém é coisa de adolescente. Aí fiquei eu, toda distraída com a vida corrida e quando menos esperava chegou você de mansinho, como ninguém quer nada invadindo parte de mim.

Eu, uma garota que pensou ter virado de lata, sentindo o coração voltar a pulsar com intensidade, fazendo todo o muro que construí desmoronar, por um rapaz que ficou escondido por tempos e resolveu aparecer do nada. Garoto abusado, invadindo meu coração e tendo a audácia de me fazer feliz. Vê se pode, quando eu consegui me sentir imune a paixões, vem um garoto abusado e me invade. E o pior, aceitou todos os meus defeitos, aqueles que eu mostro pra ver se o cara cai fora e me deixa logo em paz, o que sempre funciona. Mas não, ele viu minha cara de brava, e disse que eu ficava linda. Viu minhas brincadeiras repetitivas e riu de todas elas, viu meu ciúme e se sentiu bem, viu minhas lágrimas de irritação e secou, viu meu mal humor e me fez cócegas, viu meu jeito meio grudento e disse que cada dia que passava gostava mais de mim.

Pronto. E agora moreno? Você conseguiu passar por todos os muros de defesa, e conseguiu me ver com o realmente sou. Agora, que eu não consigo mais escrever sobre outra coisa ou alguém além de você, agora, que eu me pego sorrindo pensando em você. Agora moreno, que você conseguiu me alcançar, e me deixar com vontade de ser feliz de novo. Agora toma que está nas suas mãos. Está nas nossas mãos, moreno. Nos damos nossas mãos.




"(…) tudo que em mim se anunciava rude, nele se mostrava doce."

Caio Fernando Abreu

Comentários

  1. Você é o meu vinho do Porto
    .
    Com você qualquer vinho é do porto,
    Qualquer whisk é legítimo,
    Qualquer areia e um pouco de água é uma praia,
    Qualquer flor é um jardim bonito,
    Com você e por você o sol brilha
    Com você toda a lua é de mel

    Você é arte de estender tudo com esplendor.
    Você é um mundo especial num mundo comum...
    Você é, você será sempre.

    ResponderExcluir
  2. Ingrid, muito bacana teu blog, gostei muito. Tens uma inspiração louca, continue assim.

    Seguindo teu blog, parabéns.
    Se quiser dê uma olhada no Varrendo a Lua (: Ficaria grata pela tua visita.

    Retornarei!

    ResponderExcluir
  3. Olá seguidora, sou do blog :www.whateverittakesimgonnadoit.blogspot.combem,decidi mudar de link , em motivos que no blog podes ver quais são. agradecia que continuasses a seguir o meu novo blog, que é o seguinte :http://whatever-justmakeitbetter.blogspot.com/obrigada (: - quando seguires, por favor avisa no chat ou em comentário.Obrigada novamente ! (:

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu me vi nessa linhas e entrelinhas desse texto!

    :)

    Belo!

    ResponderExcluir
  5. hahaha, também estou enredada no sorriso de um moreno que me fez esquecer todo aquele papo de ser alma solitária por aí...ainda bem ;D
    Teu blog anda cada vez mais lindo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Olhos líquidos - Um texto de Gabito Nunes

Eu não estou perguntando se você quer que eu fique. Estou dizendo que vou ficar e pronto. Certo, não precisa. Eu sei, você não precisa de nada e de ninguém, além de ficar sozinha. Vamos então encarar a coisa desta forma: a casa precisa de mim. Logo o chão estará coberto de lenços de papel, haverá sobras de chá de cidreira espalhadas por todo apartamento e o controle remoto da sua t
elevisão vai estar lambuzado de Nutella, especialmente a tecla que libera a dublagem de O Diário de Bridget Jones. Não vou deixar você fazer isso, nem transformar seu lar num cativeiro e tampouco você assistir essa lenga-lenga pela milésima vez, pela milésima vez por causa de um idiota, pela milésima em mau português.

Não esquenta, eu vim preparado, não vou precisar ir até em casa arrumar minhas coisas. Já está tudo comigo nesta mochila que eu organizei quando você me disse que estava saindo com aquele cretino. Sim, sim, eu já sabia da fama, apenas não quis cortar seu barato, você estava tão animadinha e mi…

"Aponta pra fé e rema."

Tudo o que faço é na esperança de um dia ver que tudo deu certo. Mesmo com muitas coisas dizendo que não, ignoro todas essas vozes e tenho feito a minha parte. Estou olhando pra coisas novas, coisas que me farão crescer. Estou com um novo horizonte, estou com um novo foco, com um novo objetivo. Estou tentando me encontrar, e aos poucos vejo que estou conseguindo. Está na hora de caminhar, está na hora de seguir sem medo. Deixei meus medos, tristezas e rancores para trás. Peguei minhas esperanças, sonhos e coragem, respirei fundo, apontei para o alvo e segui. Segui e continuo seguindo e o alvo agora é ser feliz.

"Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas." Clarice L.

Porque ninguém vai fazer por você o que você devia ter feito.

Curtam a página do blog no facebook (:

Eu escrevo pra você todos os dias, mas nunca acho que estão bons pra postar. Como sempre venho aqui e falo um pouco do que se passa dentro de mim. Na realidade, não ando muito satisfeita comigo, pois tem coisas que quero resolver e vejo que simplesmente ainda não posso, por que tudo exige tempo. Esperar, essa é uma palavra que realmente não gosto. Esperar faz sentir saudade, e também incapacidade de não poder resolver algo. Eu pensava que nesse ano, nessa mesma época eu estaria fazendo outros tipos de coisas, resolvendo muitas coisas na minha vida que agora vejo que não posso resolvê-las. Não estou triste, não mais como antes. Eu ainda tenho esperanças de que ainda vou conseguir resolver tudo que quero resolver, mas ainda não posso. Preciso ter paciência. É incrível como pra mim nada, nunca acontece de cara. Tudo, absolutamente tudo eu preciso esperar. Ou quando acontece o que eu quero, cinco minutos depois vejo que vi de uma maneira errada…