23.1.12

Dia 15


Ouvir sua voz é o que me dá gás pra continuar, é o que me dá forças pra não chorar. Eu sustento as lágrimas até o dia seguinte ao ouvir sua voz, que renova minhas forças novamente pra não deixá-las cair. E hoje eu não a ouvi nem por um segundo. Eu sei que não é culpa nossa, mas mesmo assim me entristeço. A saudade é totalmente e inexplicávelmente palpável. As vezes chego a tremer com sua ausência. Meu coração parece estar na garganta, prestes a saltar cada vez que o telefone toca e não é você. Repito a todos os segundos "falta só um mês, falta só um mês" e depois voltar tudo de novo, e de novo, e de novo, até o fim do ano chegar. Sempre há alguém com a intenção de me colocar mas pra baixo e eu tenho que me manter de pé. Peço a Deus todos os dias pelo nosso amor, pedindo que Ele nos proteja cada vez mais e que dure o máximo que puder, que seja eterno. Venho e escrevo pra ver se a saudade ameniza, pra ver se me esvazio um pouco.
Bem, já disse e repito, Te quero, te espero e te amo mais, e mais, e mais.

3 comentários:

  1. que texto lindo! Adorei o blog
    Bjs
    http://www.maviealeatoire.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. seus escritos estão sempre transbordando amor, isso é muito bonito.

    ResponderExcluir
  3. Que perfeito, Ingrid. *-* Já passei por uma situação parecida a essa do seu post, não é nada agradável! Parabéns pela sua página, é incrível.

    Abraços.
    http://memoriascaiofernandoabreu.blogspot.com/

    ResponderExcluir