27.7.12

Dia 202, ou eu deveria dizer 365?


Bem, já faz 202 dias da nossa luta de esperar dias e dias e depois você voltar depois de algumas semanas, passar uns dias aqui e depois voltar pra sua rotina militar. Bem 202 dias em que o nosso amor cresceu absurdamente e repentinamente, fazendo com que eu me torna-se mais forte e você também. Mais forte a viver nessa angustia, mas totalmente mais vulnerável ao seu cheiro de aconchego e sua cara de sono. Porém mesmo sabendo que nesses 202 dias, não significa que ele começou no primeiro dia de dessas idas e vindas de presenças físicas, tudo começou a 365 dias atrás, com olhares e cheiros ao som de seu Jorge, em ritmo de samba. Quem diria que hoje estaria aqui, numa dessas de amor me declarando desse jeito de mulherzinha? Bem, eu talvez não diria, até sentir seu abraço de proteção, e seu olhar de "te quero e você vai ser minha pra sempre". Então nosso amor tá aqui, recente ainda, um bebê comparado aos dias que vamos viver juntos. Ainda estamos só começando, mas está sendo um belo começo, concorda? Pelo que vejo no seu rosto de menino bobo me olhando acho que sim. É isso, parabéns pra nós então, força, fé, foco e principalmente todo amor que houver nessa vida. Te amo, te quero e te espero, com todo meu coração, corpo e mente. Te guardo comigo.

14.7.12

Dia 189


Eu cheguei ao ponto de querer tanto nós e não conseguir, que me causava irritação. Quando cheguei ao ponto de não aguentar, comecei a derrubar o peso sobre as pessoas ao meu redor... comecei a deixar tudo desabar. E então nesses momentos, meu olhos transbordavam e eu perguntava a Deus como tudo ia ficar, e se não fosse pra continuar, que tudo acabasse o mais rápido possível. Aí eu decidi, ia conversar com você ia deixar em panos limpos. Então ouvi coisas que me deixaram perdida, perdida por uns dias... então decidi que desistiria. Fui lhe contar minha decisão Aí você olhou nos meus olhos e disse que não era preciso e que você ia me ajudar a carregar o peso, que estaria segurando minha mão, e que tudo não passava de também sentir cansaço. Então você realmente segurou o peso, até se sentir cansado e eu te ajudar, até eu sentir e você me ajudar de novo, e assim sucessivamente. Quando um cansava o outro segurava, quando nenhum aguentava os dois seguravam juntos dividindo os pesos. Isso até chegar o momento de sermos felizes por completo, o que já tem hora e data marcada, e que nos trás ansiedade, e as vezes tristeza pela demora. Aí olho seu rosto e você me dá aquele sorriso confiante, como se me dissesse, vamos, vai dar certo, tá acabando a dor. Assim que eu me sinto, me sinto fraca, que me sinto forte quando vejo que você também estar. Como diz o Caio e é real : "Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também.Tá me entendendo? Eu sei que sim." então...