27.7.12

Dia 202, ou eu deveria dizer 365?


Bem, já faz 202 dias da nossa luta de esperar dias e dias e depois você voltar depois de algumas semanas, passar uns dias aqui e depois voltar pra sua rotina militar. Bem 202 dias em que o nosso amor cresceu absurdamente e repentinamente, fazendo com que eu me torna-se mais forte e você também. Mais forte a viver nessa angustia, mas totalmente mais vulnerável ao seu cheiro de aconchego e sua cara de sono. Porém mesmo sabendo que nesses 202 dias, não significa que ele começou no primeiro dia de dessas idas e vindas de presenças físicas, tudo começou a 365 dias atrás, com olhares e cheiros ao som de seu Jorge, em ritmo de samba. Quem diria que hoje estaria aqui, numa dessas de amor me declarando desse jeito de mulherzinha? Bem, eu talvez não diria, até sentir seu abraço de proteção, e seu olhar de "te quero e você vai ser minha pra sempre". Então nosso amor tá aqui, recente ainda, um bebê comparado aos dias que vamos viver juntos. Ainda estamos só começando, mas está sendo um belo começo, concorda? Pelo que vejo no seu rosto de menino bobo me olhando acho que sim. É isso, parabéns pra nós então, força, fé, foco e principalmente todo amor que houver nessa vida. Te amo, te quero e te espero, com todo meu coração, corpo e mente. Te guardo comigo.

4 comentários:

  1. Nossa que lindo!
    Parabéns, hoje é tão difícil se ver um amor verdadeiro.

    ResponderExcluir
  2. Minha flor. Eu sou a dona do extinto (recentemente) In Polisipos.
    Você já deve ter percebido que eu também vivo nessa rotina de amor militar...também vivo a angústia da espera e também recebo somente alguns dias que passam apressados...
    Encontrei na internet uma série de blogs, desatualizados, que falam muito sobre esse amor militar que vivemos. Então resolvi montar um blog, com todas essas nossas histórias e angústias. Topa uma parceria??
    Me responde: monique.j.oliveira@bol.com.br ou brumattiminda@gmail.com

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Acho mais válido o amor que sabe esperar, quando necessário. Parabéns aos dois, por se amarem tanto e lutarem em nome desse sentimento. Abraços.

    ResponderExcluir